ACS trabalha em prol da realização do concurso interno para Sargentos

ACS trabalha em prol da realização do concurso interno para Sargentos

A atual gestão da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar (ACSPMBM/MT) continua articulando a realização do processo seletivo para preenchimento de vagas no quadro de terceiro sargento na corporação da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso.

A realização do certame está previsto no Decreto nº 2.266 de 10 de abril de 2014, bem como na Lei Complementar nº 529 de 31 de março de 2014. A legislação estadual prevê preenchimento de 40 vagas anuais, mediante promoção por mérito intelectual.

Mesmo com a legislação vigente desde 2014 não há previsão orçamentária para a contração de empresa especializada para a realização do concurso.

Diante disso, o presidente da ACS, Adão Martins da Silva, solicitou ao deputado estadual Pery Taboreli emenda para custear o processo seletivo.

Ainda em janeiro desde ano, o parlamentar sinalizou positivamente sobre a demanda, assegurando mais de R$ 250 mil para o processo seletivo.

Com mais de 3.5 mil Cabos e Soldados, a realização do certame está alinhado com as metas institucionais da Polícia Militar, que visa o aperfeiçoamento do policial na carreira. A PM já está com déficit de 120 sargentos, que deveriam ser oriundos do concurso interno.

A demanda, que é uma das lutas da Associação, já conta com o apoio do comandante da PM, Cel PM Gley Alves de Almeida Castro, que, inclusive, já solicitou medidas junto à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Na última quinta-feira (21), o Comando-Geral da PM enviou uma solicitação para a Sesp, requerendo a contratação da empresa. O orçamento prevê a realização de uma prova em Cuiabá, e outra por polos.

O vice-presidente licenciado da ACS, Sargento Joelson Fernandes, destaca que a entidade age firmemente na defesa dos direitos de seus associados.