ACS MT
ASSEMBLEIA GERAL UNIFICADA DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES, DO DIA 21/05/2015

DSC_0046Ocorreu na noite de ontem (21), as 19:30 horas, no Hotel Fazenda Mato Grosso, a assembleia geral unificada dos policiais e bombeiros militares.

O evento que reuniu aproximadamente 700 (setecentos pessoas), foi organizado pela Associação dos Oficiais (ASSOF), Associação dos Subtenentes e Sargentos (ASSOADE), Associação de Cabos e Soldados (ACSPMBMMT), Associação dos Militares Inativo (ASMIP), Associação Recreativa do Corpo de Bombeiros (ARBM) e Associação Beneficente de Saúde dos Militares (ABSM-MT).

A assembleia contou também com a presença de lideranças políticas como Deputado Estadual Coronel Taborelli e o Cabo Juliano Rabelo, suplente de Deputado Federal.

O objetivo da assembleia foi apresentar aos militares estaduais, as propostas que o governo do Estado, através da Secretária de Gestão e Secretária de Segurança pública, estariam propondo em relação as parcelas de maio e de dezembro de 2015, da reestruturação salarial.

Durante o evento foram apresentadas as três propostas que o governo fez a categoria e também, a contraproposta que as associações apresentaram ao governo, em caso de parcelamento da tabela salarial de dezembro de 2015.

Aberta a palavra aos militares o descontentamento foi generalizado e muitos militares exigiram o cumprimento da lei de reestruturação salarial, inclusive com a possibilidade de ajuizamento de ações coletivas e individuais.

Em vários momentos, os militares manifestaram o sentimento de traição em relação ao Governador Pedro Taques, por não honrar os compromissos de campanha e não cumprir na integra as tabelas salariais de maio e dezembro de 2015 da categoria.

Após vários debates, a Assembleia deliberou o seguinte:

1. Rejeitar a proposta de parcelamento apresentada na data de ontem, pelo Secretário Adjunto de Segurança Pública, de pagar os 50% do INPC em dezembro de 2015 e de dividir a terceira parcela da reestruturação nos meses de dezembro de 2015, janeiro e abril de 2016;

2. Exigir ainda neste mês de maio, a aplicação integral do anexo II da lei de reestruturação salarial;

3. Rejeitar qualquer proposta de divisão da parcela de dezembro de 2015;

4. Definição do dia 28 de maio, como prazo final, para um entendimento com o Governo em relação aos apontamentos da categoria, após esse prazo, deverá ser convocada nova assembleia para apresentar os resultados;

Na hipótese do governo impor o descumprindo da lei complementar 541/2014, foi deliberado pelo ajuizamento de ações judiciais e manifestações públicas de repúdio da categoria.

Data: 22/05/2015
Fonte: ASSOF, ASSOADE, ACSPMBM-MT, ASMIP, ARBM e ABSM-MT

Ofício Circular n° 001/ASSOCIAÇÕES/2015

11074173_461969627304938_8621987513431330572_nSenhores policiais e bombeiros militares do Estado de Mato Grosso. As associações representativas de classe, ASSOF, ASSOADE, ACSPMBM-MT e ASMIP estarão realizando no dia 21 de maio de 2015 (quinta-feira) as 19:30 horas, no Hotel Fazenda Mato Grosso, sito a Avenida Antônio Dorileo, n°. 1.100, bairro Cophema em Cuiabá (MT), assembleia geral unificada, com o objetivo de:

1. realizar uma contextualização das propostas do Governo do Estado de reparcelamento da Lei Complementar n°. 541/2014 (Lei de Reestruturação Salarial);

2. deliberação sobre medidas que visem a defesa e manutenção da lei de reestruturação salarial dos militares do Estado de MT.

Participe e nos ajude a lutarmos pelas nossas conquistas.

WANDERSON N. DE SIQUEIRA – TEN CEL PM
Presidente da ASSOF-MT

LUCIANO ESTEVES C. COSTA – SUB TEN PM
Presidente da ASSOADE

ADÃO MARTINS DA SILVA – CABO PM
Presidente da ACSPMBM-MT

FERNANDO GUIMARÃES ARAUJO – 3° SGT PM
Presidente da ASSMIP

Data: 19/05/2015
Fonte: ASSOF, ASSOADE, ACSPMBM-MT e ASMIP Consulte mais informação

INFORME DAS ASSOCIAÇÕES DOS MILITARES

Senhoras e Senhores Policiais e Bombeiros Militares de Mato Grosso,

De posse da proposta apresentada pelo Governo do Estado para reparcelar a reestruturação salarial dos Militares Mato-Grossenses, nós das Associações representativas de classe, realizamos um estudo e chegamos à conclusão que a proposta ora apresentada é extremamente prejudicial a nossa categoria, pois, promove sérios prejuízos financeiros a todos os militares Mato-Grossenses.

Informamos que os números apresentados, levam em consideração a Lei já aprovada e a proposta de parcelamento apresentada pelo Governo, onde as datas estão sendo postergadas e os índices parcelados.

Diante desses dados, convocamos todos os policiais e bombeiros militares de Mato Grosso a se mobilizarem junto às associações representativas de classe, dos Oficiais (ASSOF), dos Subtenentes e Sargentos (ASSOADE), dos Cabos e Soldados (ACSPMBM-MT) e dos inativos e pensionistas (ASSMIP), para lutarmos pela manutenção de nossa reestruturação salarial.

Posto

Graduação

PERCAS SALARIAIS – PRODUZIDAS PELA PROPOSTA DE PARCELAMENTO DA REESTRUTURAÇÃO SALARIAL, PELO GOVERNO DO ESTADO

mai/15

jun a nov/15

dez e 13 sal/15

jan a nov/16

dez/16

TOTAL

Aluno Soldado

120,78

9,36

1.164,56

3.213,42

1,98

4.510,10

Soldado n. 1

92,72

13,64

1.710,82

4.720,63

2,90

6.540,70

Soldado n. 2

104,31

15,33

1.924,67

5.310,73

3,25

7.358,30

Soldado n. 3

241,56

18,72

2.329,12

6.426,83

3,97

9.020,20

Cabo n. 2

309,70

23,62

2.894,77

7.988,00

4,98

11.221,06

3 Sargento n. 2

176,09

25,32

3.207,72

8.850,90

5,39

12.265,41

2 Sargento n. 2

199,27

28,77

3.635,42

10.031,00

6,11

13.900,58

1 Sargento n. 2

210,86

30,47

3.849,27

10.621,11

6,47

14.718,19

Subtenente n. 2

234,03

33,87

4.276,98

11.801,21

7,20

16.353,28

Aluno Oficial

144,80

20,64

1.968,87

5.437,26

4,15

7.575,72

Aspirante Oficial

231,78

34,07

4.277,05

11.801,70

7,23

16.351,82

2 Tenente n. 1

289,61

41,28

3.937,73

10.874,52

8,31

15.151,45

1 Tenente n. 1

321,28

45,97

4.375,29

12.082,86

9,24

16.834,63

Capitão n. 2

398,22

57,76

5.469,21

15.104,19

11,61

21.041,00

Major n. 2

497,23

72,28

6.836,53

18.880,36

14,53

26.300,93

Ten. Coronel n. 3

565,68

82,84

7.813,28

21.578,01

16,64

30.056,46

Coronel n. 3

646,49

94,65

8.929,45

24.660,55

19,02

34.350,16

ASSOF-MT              ASSOADE                ACSPMBM-MT                  ASSMIP

 
Data: 20/04/2015
Fonte: ASSOF, ASSOADE, ACSPMBM-MT e ASSMIP